Skip to main content
Public Health

RER e COVID-19

No contexto da luta contra a pandemia de coronavírus, a Comissão Europeia lançou o Sistema de Apoio à Gestão Clínica da COVID-19 (CMSS). O objetivo é apoiar os médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde nos hospitais que lidam atualmente com os casos de COVID-19 em toda a UE, no Reino Unido e nos países do EEE. Este sistema permite aos profissionais identificar os seus homólogos noutros países e centros e ajuda-os a comunicar facilmente com os seus colegas.

Porquê aderir ao CMSS (Sistema de Apoio à Gestão Clínica da COVID-19)?

Com base na experiência adquirida com as redes europeias de referência, a iniciativa permite identificar colegas e receber atualizações periódicas de uma base de dados, incluindo os respetivos nomes e contactos. O sistema ajuda a criar ligações rápidas em toda a Europa entre os profissionais de saúde e os hospitais envolvidos na gestão da COVID-19.

As informações pertinentes relacionadas com a COVID-19 e as RER serão distribuídas periodicamente aos destinatários desta base de dados.

Para aderir ao sistema, queira inscrever-se em linha.

Como funciona?

Feito o registo, os participantes receberão os dados de contacto dos clínicos participantes.

O tratamento das informações pessoais dos participantes está em conformidade com o Regulamento (UE) 2018/1725 relativo à proteção das pessoas singulares no que diz respeito ao tratamento de dados pessoais. Ver também a Declaração de Privacidade específica.

O sistema, em funcionamento desde 23 de março de 2020, foi apresentado às autoridades nacionais competentes no âmbito do Comité de Segurança da Saúde da UE e foi amplamente divulgado junto da comunidade dos profissionais de saúde.

O Conselho de Estados-Membros das RER apoia plenamente a iniciativa CMSS COVID-19 e está empenhado em torná-la conhecida e apoiar a sua utilização nos respetivos países.

O objetivo do projeto é centrar-se exclusivamente no apoio à prática diária dos clínicos e não abordar os aspetos estratégicos, organizacionais, logísticos e de saúde pública (epidemiológicos ou de vigilância) da pandemia.

O que está o sistema de RER a fazer para ajudar os doentes com doenças raras e COVID-19?

As RER enfrentam desafios sem precedentes para ajudar os doentes afetados por doenças raras que estão também infetados com o novo coronavírus a receber cuidados e tratamentos adequados à sua situação específica. Várias RER criaram iniciativas específicas.

Seminários Web das RER

No contexto do «Sistema de Apoio à Gestão Clínica da COVID-19», lançado pela Comissão Europeia, a DG SANTE organiza uma série de seminários em linha para apoiar os clínicos e outros profissionais de saúde que se encontram na linha da frente dos cuidados prestados aos doentes de COVID-19. Com base na experiência adquirida com as Redes Europeias de Referência (RER), esta série de seminários em linha reuniu os conhecimentos especializados e as recomendações de alguns dos peritos das 24 RER para a gestão de alguns dos casos mais complexos de doentes que contraíram COVID-19 e que têm, ao mesmo tempo, doenças raras ou complexas.

Informações úteis

Ligações úteis